A mais humana

§

a poesia é o reflexo 
d'alma - afirmo

pois, no universo literário,
a poesia é por essência

a mais humana.

Escrito por Aline Goulart

Cansada

Eu estou definitivamente cansada. Cansada do presente estagnado. Do futuro incerto. Do passado que assombra. Cansada do caos que é sentir. Da razão que vive ponderando. Da linha tênue entre ser o que se espera e ser de fato quem sou. Cansada de carregar a palavra não dita. De sonhar sem realizar. De criar expectativa infundada. Cansada de relacionamentos superficiais. De não poder confiar facilmente. De ter que dizer adeus. Cansada de assistir a corrupção humana. De presenciar tanta falta de respeito. De perceber que a dita paz é quase uma utopia entre os seres humanos. Cansada de acreditar que tudo vai dar certo e isso não acontecer. De conferir as oportunidades desaparecendo. De dar tanto ouvido para voz da esperança que não deixa de ser só esperança. Cansada da insensibilidade alheia. Das injustiças da vida. Da incoerência dos fatos. Cansada de ouvir palpite contraditório. Do sorriso forçado. Da vida sem diversão. Cansada da música que não escutei. Das histórias que deixei de ler ou de assistir. Da arte que ainda não produzi. Cansada de explicações simplórias. Das complicações desnecessárias. Do tempo adiado. Cansada de depender da boa vontade alheia. Da burocracia da sociedade. Da ansiedade que me acompanha. Cansada de andar com pressa. De ficar me cobrando. De permanecer confusa sobre as escolhas difíceis. Cansada de becos sem saídas. De caminhos sem leveza. Da falta de acontecimentos inesperadamente bons para alegrar os dias. Cansada de estar cansada. De saber que não estou cansada somente por tudo isso, pois há motivos que vão muito além do cansaço. De estar rebelde com causa.

Porém, não estou cansada do essencial que é o amor nem das pessoas que eu amo. Não estou cansada de dar a volta por cima. Não estou cansada em relação a tudo que eu acredito. Não estou cansada das minhas belas e boas recordações. Não estou cansada de querer encontrar harmonia em minha vida. Não estou cansada do novo que traz coisas boas na minha vida e na vida das outras pessoas. Não estou cansada da justiça e dos bons sentimentos. Não estou cansada da música que me encanta. Não estou cansada do livro que me cativa. Não estou cansada do filme que me emociona. Não estou cansada de fazer o bem. Não estou cansada dos abraços e sorrisos sinceros. Não estou cansada da palavra que anima e revigora. Não estou cansada das boas energias. Não estou cansada de querer trilhar um futuro esplêndido. E não estou cansada da poesia que me reescreve. 

Sim, eu estou definitivamente cansada, mas abatida não. Por isso, sigo. 

Escrito por Aline Goulart

(Contro)versa

§ 

às vezes 

surge uma sensação 
estranha de estar perdida 
na minha própria história 

: é um não-estar, mas estando.

Escrito por Aline Goulart

Layout e conteúdo por Aline Goulart.
Todos direitos reservados © 2012-2017.
| Voltar para o topo |