Da analogia

Em boa parte, 
eu sou um mar tranquilo. 
De ondas suaves. 
Simplesmente, 
eu amo a paz. 
Mas, 
se for preciso, 
eu viro um tsunami. 
A maldade 
não tem espaço 
na minha vida. 
Eu elimino 
com toda a minha força.

Escrito por Aline Goulart

Um comentário :

Layout e conteúdo por Aline Goulart.
Todos direitos reservados © 2012-2017.
| Voltar para o topo |