Da urgência

A minha maior urgência é aprender ser paciente. 
Aprender que não posso antecipar os acontecimentos e muito menos adiar. 
O tempo e a vida moram no instante chamado hoje. 
Não quero e nem posso permitir que a minha inimiga ansiedade seja mais forte do que eu. 
Não quero perder nenhum dia da minha vida, pela incapacidade da espera. 
É preciso aprender a domar essa ânsia de querer viver tudo para ontem.

Escrito por Aline Goulart

6 comentários :

  1. Amiga, você falou sobre mim? Eu ando tão impaciente.

    Não adianta querer tudo para ontem. "A pressa é inimiga da perfeição"

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Nem me fale. Essa ansiedade já mora comigo. Vivemos em um mundo do "pra hoje, pra agora, pra já". E temos que andar confirme as coisas evoluem. E nem sempre podemos acompanhar esses passos. E então, nos frustramos.

    ResponderExcluir
  3. Aline!!! Juro que seus post me dão cada pitada de lição.. Eu sou assim, quero tudo pra ontem e me chateio se algo não sai como planejei. Aliás planejar é a última coisa que devemos fazer..o melhor de tudo é deixar as coisas em ordem para tudo ter a oportunidade de acontecer. Porque tudo que a gente almeja, conseguimos!

    UM BELÍSSIMO DIA pra vc.. bj

    ResponderExcluir
  4. Acho que ter paciência é muito raro... Lembrei de uma frase que não lembro de quem é, mas é assim: "Vivo tão intensamente o momento presente que quase chego atrasada ao momento seguinte".

    Preciso voltar mais vezes aqui, porque tudo é tão lindo e de certa forma nos transmitir uma paz.


    Abraços. :)

    ResponderExcluir
  5. A gente tenta né?!... rs.

    Bjão Aline!!

    ResponderExcluir
  6. Boa noite, Aline. A paciência não é uma aliada minha, e ainda assim eu tento, mas confesso que a ansiedade em mim é maior.
    Às vezes fico presa ao passado ou ao futuro precisando deixar que o presente faça morada, mas é complicado.
    Um beijo, e fique na paz!

    ResponderExcluir

Layout e conteúdo por Aline Goulart.
Todos direitos reservados © 2012-2017.
| Voltar para o topo |