Reencontro

A vida e as suas surpresas. Cada esquina uma possibilidade. Talvez, quem sabe, de um reencontro. Descobrimos, por um instante, que o adeus não foi definitivo. Que nem sempre o fim é absoluto. Peripécias da vida. Quem a compreende? Ali, naquele instante, duas almas que se amaram muito revivem uma história. Que loucura! Descobrem que o amor entre eles não morreu. Que ainda é possível. Ele não é mais aquele rapaz aventureiro. Nem ela é mais aquela mocinha romântica. O tempo passou. Cada um seguiu o seu caminho. Cada um amadureceu do seu modo. Já o amor... Estava ali. Guardadinho. Esperando, um dia, talvez, ser vivido. Ambos estavam entregues ao reencontro.

O reencontro é a vida pedindo uma nova chance.

Escrito por Aline Goulart

6 comentários :

  1. A vida nos coloca diante dessas situações..LINDO! beijos praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. Com certeza será uma nova chance: por isso retornarei!!! Re-encontrarei!

    Beijos e flores.

    ResponderExcluir
  3. "O reencontro é a vida pedindo uma nova chance".
    Isso mesmo.
    E quem é o louco que vai dizer não a uma segunda chance do amor, da vida?

    Lindo, lindo!
    Preciso ler logo "Persuasão"!

    Um abraço!

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  4. Como eu queria uma segunda chance dessa.. o amor está aqui tão vivo!

    ResponderExcluir
  5. Sim, amiga, a vida muda a gente, mas quando o amor é verdadeiro, acredito que fica intacto e o reencontro só acontece quando o momento é igual para os dois, quando os dois estão preparados para viver o presente e o futuro juntos.beijos

    ResponderExcluir
  6. Aline, a vida tem me presenteado todos os dias ao ler escritores como você. Suas palavras carregam tanta sensibilidade. Parabéns!

    ResponderExcluir

Layout e conteúdo por Aline Goulart.
Todos direitos reservados © 2012-2017.
| Voltar para o topo |