(In)certezas

Sempre fui muito decidida na minha vida, principalmente nos assuntos referente ao coração. Vivo o meu tempo com muita intensidade. Deixar para amanhã só se for muito necessário. O tempo é precioso. A vida se vive no presente. Por isso, ou você quer ou não quer permanecer. Ou você ama ou não ama. Ou você deseja ou não deseja. Sem lengalenga. Simples assim! Eu só sei amar na certeza. Quando falo que eu quero, porque realmente eu quero. Quando falo que eu amo, porque realmente eu amo. Este amor terá um ponto final. Não terá uma vírgula. Não terá um “mas”, “porém” ou outra conjunção adversativa. Quando falo que não amo, porque realmente não amo. Não vivo na incerteza. Não escondo os meus sentimentos. Não fico ao lado de alguém só por ficar. Aliás, eu tenho a plena consciência de duas premissas: ninguém é obrigado amar; e, ninguém é obrigado a permanecer. Contudo, se desejar permanecer, quero a verdade. Quero sentir a intensidade desse amor, sem qualquer porém.

Escrito por Aline Goulart

3 comentários :

  1. É tudo que mais quero é encontrar um rapaz que pense assim. Estou tão cansada de encontrar pessoas confusas ou vazias de amor.
    Mais uma postagem perfeita.
    Beijocassss....

    ResponderExcluir
  2. A verdade é o que mais queremos! beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Aline, está dado o recado. Gostei muito de tudo isso. Como dizem os antigos:
    "Pau, pau...pedra, pedra".

    Tudo na mais perfeita objetividade. Muito legal, Aline

    Beijos

    Manoel

    ResponderExcluir

❋ Layout e conteúdo por Aline Goulart.
❋ Todos direitos reservados © 2012-2017.
| Voltar para o topo ▲ |