Eterno é amar...

Ao som da música Here With Me da Dido.

- Por que você preferiu permanecer ao meu lado? 
- Não poderia prosseguir sem o meu coração. 
- Eu te amo tanto. 
- Eu também. 
- Obrigado por permanecer. 
- Obrigada por existir e, acima de tudo, obrigada por abrigar o meu coração tão docemente na sua vida.
- Queria viver a eternidade ao seu lado, meu amor. 
- Eu penso que a eternidade é viver cada segundinho ao lado de quem se ama. E para mim, neste exato momento, somos eternos. 
- Somos sim. Somos sim.

Escrito por Aline Goulart

7 comentários :

  1. Palavras lindas e doces!! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia querida Aline.. assim como cada um de nós o amor é eterno, só precisamos saber nos fundir a ele, ao fluxo mágico que ele tem e que quase sempre não conseguimos enxergar.. bjs e um lindo dia

    ResponderExcluir
  3. Que lindo Line

    Me emocionei, ao imaginar a cena.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. A pergunta com que abriste esse escrito belíssimo merece longa reflexão. Não se faz essa pergunta se não houvera uma razão fortíssima para partir! Eis toda a diferença. Eis toda a poesia de que teu escrito transborda. Quem ficou, apesar de algum desentendimento enorme, ou alguma tentação quase irresistível, ou do impulso da linha da própria vida, ou de uma proposta irrecusável, esse ama mesmo, ama de verdade!
    Sabes? Aqui à saída de minha cidade, há um lugar onde compro mel de laranjeira. Estiveste por aqui e eu não o sabia! Tu lambuzaste teus dedos nesse mel, tenho a mais absoluta certeza. Beijoossssss

    ResponderExcluir
  5. Amar sempre e nunca se cansar de escrever sobre o amor.
    Lindo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. ...Pois qdo se lembra daquilo que realmente nos toca e importa, ainda que seja passado, há de se tornar um gde presente. (L.L.)

    bjo de luz

    ResponderExcluir
  7. Ai Aline você escreve sobre o amor de um jeito tão lindo,que até quem não está sai daqui apaixonado.
    abraço =)

    ResponderExcluir

Layout e conteúdo por Aline Goulart.
Todos direitos reservados © 2012-2017.
| Voltar para o topo |