Amar novamente(?)

Às vezes, nós achamos que nunca mais vamos sentir aquele friozinho na barriga e nem a voltar sorrir feito criança que ganha o presente tão esperado. Mas, cedo ou tarde, a vida surpreende. Um belo dia, a sua vida vai ganhar um novo sentido. Um novo sentimento. Um novo sorriso. Alguém para suspirar. Alguém para admirar. Alguém para amar e amar. 
E aquele sorriso perdido, aquele que tu achavas tão impossível de acontecer de novo, aparece. Não só aparece. Ilumina a sua vida, os seus dias e o seu coração. E tu percebes que a vida é isso: um eterno (re)começar. Percebes que nada é definitivo. Percebes que o amor ainda é possível. 
Então, tu acordas para vida novamente. Com aquele sorriso no olhar. Com aquela vontade de ser amada. Com aquela vontade sair dançando e cantando. Com aquela vontade de se arrumar todinha para o novo dia. Para a nova história. Vestindo o seu melhor traje: o bom humor. Bom humor? Sim! Não um bom humor qualquer, mas o bom humor de quem carrega no coração um sentimento lindo e nobre, ou seja, o amor. 
Tudo bem! Eu sei que, às vezes, tu sentirás medo. Uma vez ou outra, tu irás questionar se todo esse sentimento, se toda essa história, se toda essa emoção... é verdade. Se é real e possível. Se é algo passageiro ou apenas carência. Se vai dar certo ou não. Sim, tu sentirás receio de se machucar novamente. 
Contudo, esse medo desaparecerá no instante que o seu olhar pousar sobre o dele. Tu terás uma certeza mágica que merece viver aquele sentimento. Que o passado é passado. Que os receios não podem estragar o seu presente. E não saberás, por quanto tempo, esse mágico momento continuará, mas uma força especial te conduzirás para viver esse sentimento plenamente. 
E tu esquecerás as brevidades da vida, pois o amor tem essa sensação gostosa de eternidade. Uma sensação de plenitude. No final das contas, tu agradecerás assim: “que bom que o amor habitou em mim, pois eu me tornei, em segundos, infinita”.

Escrito por Aline Goulart

8 comentários :

  1. O amor, quando bate, traz um quê de resgate.
    GK

    ResponderExcluir
  2. Que bom que o amor renasce e faz maravilhas! Lindo! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. O medo de amar sempre desaparece diante de olhares que encantam, que desvendam a alma.

    Belo texto!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Muito boa tarde Aline..
    nascemos sendo amados.. temos de aprender a nos amar.. e poder amar quando o amor primeiro não aconteceu como a gente esperava é fazer o amor só aumentar por nós e pelo todo.. bjs e até sempre

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde querida
    Lindo texto, escrito com o coração. Todo amor é eterno enquanto dure.
    Adorei sua visita, volte sempre será bem vinda!
    Desejo a você um final de tarde lindo e uma noite abençoada e a cada manhã, você sinta em seu coração a certeza de que a vida lhe espera de braços abertos, para receber suas expectativas e realizá-las uma a uma.
    Abraços da amiga Lourdes Duarte
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que é o recomeço do amor, senão o desejo que, agora, sim, e finalmente, o momento que se eterniza se transforme em eternidade de momentos? Que é o recomeço do amor, senão o desejo de nunca mais dizer adeus? Que é o recomeço do amor, senão o amor te dizendo que o deixes ficar... para sempre? Beijossssssssss

    ResponderExcluir
  7. Ai desse texto se não houvesse o verbo perceber. É a partir dele que o amor e a vida se renovam. Bom seria que as pessoas soubessem cultivá-lo em suas vidas diárias de forma branda.

    Até mais!

    ResponderExcluir

Layout e conteúdo por Aline Goulart.
Todos direitos reservados © 2012-2017.
| Voltar para o topo |