Escrevo-te

(...)

escrevo-te
em meus versos

para registrar
a medida do meu
bem-querer

escrevo-te 
em meus versos 

para tê-lo 
ad infinitum.

Escrito por Aline Goulart

8 comentários :

  1. Boa tarde, Aline.

    Sorte daquele que pode se transformar na inspiração de uma bela poetisa (como é o seu caso).

    Demorei mas voltei.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Mais um poema encantador. Adoro essa expressão em latim.
    Percebi algumas alterações no blog e gostei muito. Está tudo muito bonito. Bjos.

    ResponderExcluir
  3. A medida do bem querer cabe muito bem em versos, registra-se excepcionalmente em poesia. Quanto mais quando a poetisa é poetisa! 'Escrevo-te em meus versos para tê-lo...' Não sei se exagero, mas o melhor par da poetisa é o poeta, porque eles se têm reciproca e perfeitamente! Ad astra et ultra! Beijosssssssssssss poetisa

    ResponderExcluir
  4. E escreve muito bem.
    Bom feriado!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  5. Belo! Cada vez seu blog mais bonito, fico sempre muito bem ao entrar aqui.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Há uma beleza cativante na forma que escreves, Li. Sabe por quê? Porque escreves com o lado esquerdo do peito.

    Bjos, Si.

    ResponderExcluir
  7. Faço minhas as palavras da Si Oliveira!...
    Fantástico, Aline!
    Bjs
    Ana

    ResponderExcluir

❋ Layout e conteúdo por Aline Goulart.
❋ Todos direitos reservados © 2012-2017.
| Voltar para o topo ▲ |