Singular

Eu n√£o gosto de compara√ß√Ķes. 
Geralmente, 
tais compara√ß√Ķes s√£o injustas 
ou n√£o condizem com a realidade. 

Ainda mais 
quando a compara√ß√£o √© em rela√ß√£o 
ao verbo sentir. 

Ningu√©m pode mensurar 
o que outro sente. 

Cada sentimento tem o seu valor. 
Tem a sua hist√≥ria. Tem a sua marca. 

Por isso, eu digo: 
cada um sente de forma singular, 
√ļnica e especial.

Escrito por Aline Goulart

4 coment√°rios :

  1. P.S.: Em breve, passarei no blog de todos. Não me esqueci de vocês.

    ResponderExcluir
  2. Compara√ß√Ķes s√£o lament√°veis, sobretudo quando se trata de sentimentos.

    ResponderExcluir
  3. Tem toda a raz√£o, Aline.
    Assertivo e verídico.
    Beijinho e abracinho.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  4. Sem d√ļvida...
    Duas pessoas, podem viver iguais circunst√Ęncias... mas a sua individualidade, as levar√° a sentir algo diferente... cada um, lida com as suas circunst√Ęncias do seu jeito... pelo que n√£o se pode nem deve fazer ju√≠zos de valor...
    Um beijo imenso, Aline! E um abraço super apertado!
    Ana

    ResponderExcluir

Layout e conte√ļdo por Aline Goulart.
Todos direitos reservados © 2012-2017.
| Voltar para o topo |