Basta!

(...)

Sentindo-me leve 
de dar um basta. 

Quando o di√°logo n√£o surte efeito, 
n√£o h√° mais o que ser dito nem feito. 

Confesso que prefiro 
um di√°logo respeitoso e bem transparente, 
mas nem sempre √© poss√≠vel isso. 

Ent√£o, o bom e o velho basta 
tem que entrar em ação.

Escrito por Aline Goulart

5 coment√°rios :

  1. O basta é libertador, não é mesmo?

    P.S. Ser√° que vai entender essa 'direta bem diretona'? kkkkkk

    Beijos e mais beijos.

    ResponderExcluir
  2. A maior das boas raz√Ķes.
    Fazia-lhe bem voltar ao convívio blogosférico
    e distrair-se com temas que preparamos com carinho.
    Dias cada vez mais leves.
    Beijinhos.
    ~~~~

    ResponderExcluir
  3. √Č absolutamente salutar e necess√°rio, saber dizer n√£o!
    Tal faz milagres, por nós mesmos! Um basta, de quando em vez... tem mesmo de entrar em acção!
    Beijinho!
    Ana

    ResponderExcluir

Layout e conte√ļdo por Aline Goulart.
Todos direitos reservados © 2012-2017.
| Voltar para o topo |