Confissão da confissão

Penso em ti, 
quando o silêncio 
me habita. 

Não é o mesmo silêncio 
que tu me ofereceste. 

Esse, meu anjo, 
não alimenta nenhuma dor, 
pois me conecta o que sobrou 
da nossa história em mim: 

um gostar que (ainda) pulsa.

Escrito por Aline Goulart

Da angústia

À sombra da angústia 
predomina, 
cada vez mais, 
os (meus) dias. 

O agora pelo agora 
é um anseio 
que consome 
qualquer serenidade 
de quem ainda almeja 
aproveitar o verbo viver. 

Nem o bom senso possível 
interage com o provável. 

O que fica é essa ânsia 
pela ânsia - um sufoco 
desnecessário. 

Escrito por Aline Goulart

Da confissão

§ 

sei que fui além 
na minha forma de agir 

tentei ser eu mesma 
na minha forma de sentir 

mas não deu certo 

pois o caos que me alimenta 
falou mais alto do que realmente sou, 
do que realmente queria ser 

e, neste instante, estou suportando 
o desenrolar dessa história. 

Escrito por Aline Goulart

● Layout e conteúdo por Aline Goulart.
● Todos direitos reservados © 2012-2018.
| Voltar para o topo |